E o caso das mulheres grávidas?

   Durante a observação do processo feito pela Joana, entrou uma mulher grávida querendo marcar horário para fazer “luzes” e perguntou se o procedimento era feito com touca, pois o médico havia permitido apenas dessa maneira. A Joana explicou: “não, eu só faço no plaquete. Não encosta no couro cabeludo, porque se encostar mancha. Não tem perigo nenhum não, eu fiz grávida. É porque não tem contato com a pele. A química aqui, a amônia, a grávida não pode. Aí realmente, se tiver contato com a pele, não pode”. Vejamos alguns trechos de conversas que tivemos:

Joana: “Normalmente as grávidas tem medo de fazer”.

Marcella: “De fazer luzes né”.

Joana: “Tem médico que proíbe, eu já vi, o meu médico não me proibiu, até porque como eu faço aqui, vejo que não tem nada a ver assim, realmente é uma química forte, não é bom pra grávida, só que não tem contato com o feto”.

Marcella: “Eu já vi muita grávida que não faz, que não pinta cabelo”.

Joana: “Eu acho que tem médico que não sabe o procedimento que faz as luzes, porque se soubesse não tem porque proibir, assim, apesar que tem vários tipos de produtos, tem uns que tem cheiro muito forte, o meu não tem cheiro”.

A cabeleireira levou o produto para eu cheirar.

Marcella: “Realmente, não tem cheiro mesmo”.

Joana: “No entanto que eu estou grávida e faço nas clientes, eu faço um monte né, e meu produto não tem cheiro mesmo”.

Marcella: “Tem uns que cheiram muito amônia né”.

Joana: “É. Eu vejo o pessoal proibir e penso, nossa, coitada das mulheres, acostumadas a fazer luzes”.

Marcella: “A tintura acho que não pode mesmo né?”.

Joana: “A tintura não, mas o tonalizante dá o mesmo efeito da tintura, porém dura menos, pode fazer, ele é livre de amônia ne. Ele só não tem muita fixação igual a tinta”.

Marcella: “Sai mais rápido né?”.

Joana: “É, ai as grávidas podem passar. Apesar que tem uma cunhada minha que esta grávida também, só que ela mora em BH e trata com um médico lá, e ele não proibiu ela de fazer livre de amônia, ela fez. Isso eu tenho medo. Ela disse que ele falou que não tem problema nenhum fazer tintura”.

Marcella: “Nossa, acho que eu não teria coragem não. E a maioria não faz né?”.

Joana: “Não. O meu médico disse que amônia de vez em quando não tem problema, esperar os seis primeiros meses, o negócio é que se você vai ficar descolorindo seu cabelo todo dia né?”.

Marcella: “Ás vezes fazer uma vez só né, durante a gravidez”.

Joana: “É, de vez em quando. Eu acho que para eles não tem problema, mas tem uns que proíbem. O meu chegou a falar isso pra mim, mas eu não ia fazer, mas o dela liberou mesmo”.

.

.

Cliente: “Lembrando o assunto de vocês sobre tinta de cabelo e tal, eu tive uma prima que tava grávida e passou tinta, o bebê nasceu cheio de manchas no corpo, ela pintava direto, pintava a raiz”.

Marcella: “Pois é, eu tenho medo, grávida é muito sensível”.

Cliente: “Igual a Joana disse, ela devia ter feito luzes, que não pega no couro cabeludo né”.

Marcella: “Pois é”.

   Não há exatamente uma concordância a respeito de grávidas usarem tintura. Segundo a Organização de Serviços de Informação sobre Teratologia (Otis), rede que informa prováveis situações de risco na gravidez, não existem relatos que comprovem danos ao feto provocados por tinturas de cabelo. A cliente da Joana contou casos de mulheres grávidas que fizeram “luzes”. Com toda calma e paciência ela mencionou: “o meu médico disse que amônia de vez em quando não tem problema. Esperar os seis primeiros meses. O negócio é que se você vai ficar descolorindo seu cabelo todo dia né, mas tem uns que proíbem e liberam apenas o tonalizante que dá o mesmo efeito da tintura, porém dura menos e é livre de amônia, não tem muita fixação igual a tinta”.

   Uma vez que há dúvidas sobre os riscos do uso de tinturas ou procedimento de coloração capilar em mulheres grávidas, a melhor alternativa, segundo a maioria dos médicos, é utilizar os tonalizantes e a henna sem amônia e sem metais pesados, após o primeiro trimestre de gestação, pois é neste período que ocorre a formação dos órgãos e tecidos do bebê (PINTAR O CABELO NA GRAVIDEZ, 2016).

Prossiga para: PROGRESSIVA E RELAXAMENTO: QUAL A FUNÇÃO?

Volte para: RETOMANDO O PROBLEMA DE FAZER “LUZES” EM QUEM TEM AQUECIMENTO SOLAR.

Referência

PINTAR O CABELO NA GRAVIDEZ. Disponível em: <http://www.saudemedicina.com/pintar-o-cabelo-na-gravidez/>. Último acesso: 4 de maio, 2016.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *